Publicado por coaxo do sapo

Ver todos os posts de coaxo do sapo

AMORES BRUTUS

Publicado em: BLOG, FOLIO | 1 Comentário | Publicado em por coaxo do sapo

 

Amores Brutus, tem na definição do próprio nome da banda, o equilíbrio entre os extremos. A brutalidade da realidade em que vivemos em contraponto aos sonhos e sons, dores e amores. No final, o “bruto” a que o nome faz alusão é o material bruto que o ser humano ainda é; “bruto” no caminho de evolução que ele busca.

O disco tem em seu conceito cores fortes no som e nas letras que trazem uma ótima carpintaria de composição, com linhas muito bem escritas, repletas de referencias e questionamentos e dispostas de uma maneira direta e poética.

Amores Brutus são descendentes legítimos da linhagem oitentista do rock nacional: canções fortes e bem feitas – com melodias e arranjos desenhados a mão. A banda traz um frescor; uma urgência e originalidade que fazem de sua estreia algo novo e marcante.

Compre e/ou ouça o disco na sua plataforma digital favorita:
http://hyperurl.co/ppl1hq

A banda tem menos de 02 anos de atividade, mas conta com um cantor e compositor (Paulo Duarte, ex-Animais Poéticos) que possui uma bagagem musical de mais de uma década de atividade, e que se aliou a grandes músicos para tocar suas composições que não paravam de chegar.

O grupo fechou o acordo de lançamento com a gravadora Coaxo do Sapo, de Guilherme Arantes, e prepara o seu show de lançamento no dia 10/05, na capital paulista.

Do esmero com o som, ao cuidado com a arte gráfica de todo o CD, que permite ao ouvinte uma viagem de letra por letra enquanto ouve as 11 faixas e debulha a extraordinária capa do disco. Uma capa icônica. Que traduz em uma única imagem, a história do passado e do presente de nosso país e que indica através do som visceral desta nova banda, um caminho para um futuro de dias melhores.

Ficha Técnica:

Amores Brutus:
Paulo Duarte – Voz Principal, Guitarras, Piano e Composições;
Artur Gouveia – Guitarra;
Paula Padovani – Bateria;
Paulo Alves – Baixo e Lap Steel (faixas 06 e 11)
Paulo Domingues – Teclado

Musicos Participantes:
Gabriel Martini – Piano Elétrico, Piano e Clavinete (Faixa 02); Órgão Hammond e Piano Elétrico (Faixa 07); Piano Elétrico (Faixa 08);
Thiago Perozzi (Trompete), Danúbio Pantoja (Sax Tenor) e Leandro Febras (Trombone) – Trio de Metais na Faixa 09;

Produzido por Pedro Arantes, Gabriel Martini, Artur Gouveia e Paulo Duarte.

Este disco foi gravado no outono e na primavera de 2014, nos estúdios:
Coaxo do Sapo / Bahia – técnicos de gravação: Pedro Arantes e Gabriel Martini;
Costella Estúdio / São Paulo – técnico de gravação: Chuck Hipólito, com assistência de Tiago Lins, Paulo Senoni e Bruno de Castro;
Estúdio DAS / São Paulo – técnicos de gravação: Pedro Becker e Nicolas Csiky;

Mixagem: Pedro Arantes e Gabriel Martini
Mix Final realizada no Eco Estúdio – São Paulo (com assistência de Bruno de Castro);
Arranjo de metais: Paulo Duarte e Gabriel Martini;
Masterizado por Fernando Sanches no Estúdio El Rocha – São Paulo;

Todas as letras compostas por Paulo Duarte
Exceto: “Tudo de bom” – Música por Paulo Duarte e Clécio Luiz.

Conheça Amores Brutus: http://facebook.com/amoresbrutus
Ano: 2015

COMENTÁRIOS

Total: 1 Comentário

Regiane disse: 14 de junho de 2015 às 7:16 PM | Responder

Nem acredito que estou ouvindo uma das vozes que eu mais admiro, quantas saudades dessa voz, queria ouvir outra vez Coração Largado. Fiquei emocionada de verdade.

COMENTAR